jusbrasil.com.br
19 de Janeiro de 2019

A criminalidade contra os elegíveis

Coincidência os crimes contra membros do exército que buscam a chance de se candidatar? Acho que perdemos o conceito de democracia a um tempo.

Publicado por David Fontana
há 4 meses

Candidato ao governo, Major Costa e Silva é alvo de ataque a tiros


Major Costa e Silva atendido por resgaste aps trocar tiros com criminosos em Ribeiro Pires© Estadão Major Costa e Silva é atendido por resgaste após trocar tiros com criminosos em Ribeirão Pires

O candidato da Democracia Cristã (DC) ao governo de São Paulo, o major do Exército Adriano da Costa e Silva, escapou de um ataque a tiros na noite desta quarta-feira, 3. O crime aconteceu na estrada da Cooperativa, no jardim Santo Antônio, em Ribeirão Pires.

Eram 21 horas quando quatro homens em duas motocicletas cercaram o carro do candidato – uma Pajero prata – e atiraram. O major estava acompanhado por seu motorista, o capitão do Exército Hamilton da Silva Munhoz. As balas acertaram o carro e um dos disparos atingiu o colete a prova de balas do capitão. O major reagiu e atirou nos criminosos, que fugiram.

Durante o tiroteio, o capitão perdeu o controle do carro, que bateu e capotou, indo parar em um córrego. Os dois oficiais do Exército forma socorridos por uma unidade de resgate do Corpo de Bombeiros – eles tiveram escoriações leves – e levados até o pronto-socorro Santa Helena. Policiais do 30.º Batalhão da Polícia Militar tentaram localizar os bandidos, mas até às 23 horas nenhum deles havia sido capturado ou identificado.

Por volta das 23 horas, o militar publicou em sua página no Facebook que voltava de Mauá e ia para São Paulo quando sofreu o ataque. Os bandidos, segundo ele, “descarregaram suas armas no veículo”. “Convoco a todos a uma corrente de oração em proteção de todos que lutam nesse momento contra essa organização criminosa e poderosa que se fez dona de nossa Pátria através do aparelhamento do sistema político.” O major completou sua publicação afirmando que “sangue justo começou a ser derramado, mas todos que empunharam suas espadas estão dispostos ao sacrifício pela limpeza desta nação”.

© Foto: Reprodução

Pouco depois, a página do político informou que tanto o major Costa e Silva quanto o capitão Munhoz “se encontram fora de perigo, sob proteção da polícia em um hospital, com leves escoriações”. “O major precisou efetuar disparos para a garantia de suas vidas, mas não atingiu os criminosos.”

Por enquanto, os investigadores não tinham nenhuma pista sobre a autoria e não descartavam nenhuma hipótese – tentativa de roubo ou atentado político.

Na pesquisaIbope/Estado/TV Globo divulgada nesta quarta, Costa e Silva aparece em quinto lugar na disputa pelo governo, com 3% das intenções de voto.

Bom,

Me questiono muito recentemente como são algumas "coincidências" os quais os partidos que são adversários do PT são sempre alvejados, tentativas de homicídio (Bolsonaro), cai o avião (Eduardo Campos), e agora o caso acima. Vemos a cada dia que nossa democracia esta cada vez mais se tornando uma fachada, parece que buscam acabar com a concorrência para que você possa "votar" em quem sobrou, e misteriosamente, parece que vem dando certo.

4 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

É o medo que os socialistas, q estão no poder há 30 anos, sejam expurgados e a democracia recuperada. A esquerda está em pânico. continuar lendo

PT socialista e de esquerda?
Inicialmente sim mas hoje? nem de longe! continuar lendo

É IsaBel, estão com medo de perderem todas as mamatas e o poder, estão próximos de serem o único partido como na Coreia do Norte ou Venezuela, onde os concorrentes simplesmente morrem, das mais variadas causas, ai só resta um partido pra se "votar". O Brasil precisa acordar urgente e parar de se vender a troco de bolsa família, dentadura, e achar que liberdade é sair na rua pelado, de incentivar crianças as práticas sexuais, isso não é liberdade é libertinagem, tem buscado interesses de alguns esmagando o direito de outros, e que eu saiba o direito de um acaba quando o de outro começa.

Parece que muitos esquecem que liberdade não é fazer o que da na telha doa a quem doer, mas sim fazer o que você quiser desde que não interfira em direitos de terceiros, usar bom senso e razoabilidade no Brasil parece mais difícil que uma maratona. continuar lendo

Pegou no ponto. Estamos mais próximos da Venezuela do que uma mera proximidade geográfica. continuar lendo